Precisando reduzir a inadimplência na imobiliária? Confira nossas 4 dicas!

Precisando reduzir a inadimplência na imobiliária? Confira nossas 4 dicas!

reduzir a inadimplência

Neste momento de crise, você não sabe como reduzir a inadimplência em sua imobiliária? Então, veio ao lugar certo. Como sabemos, as dívidas fazem parte da rotina de todo e qualquer negócio, mas quando falamos sobre o mercado imobiliário, os números são bem expressivos. Isso porque durante períodos econômicos complicados, boa parte do público prefere optar pela locação, em vez da compra.

Por outro lado, determinados momentos de crise podem fazer com que o inquilino fique inadimplente — seja por conta da diminuição da renda mensal, do aumento do preço dos produtos no mercado, como também pelo desemprego que atinge algumas famílias.

Como visto, as situações são diversas e, como gestor, você precisará descobrir os meios de solucionar o problema, investindo em gestão financeira e tecnologia para garantir a competitividade da sua imobiliária.

Sendo a inadimplência um dos principais riscos financeiros para a empresa, a organização financeira deve ser prioridade para o seu negócio. Para entender como evitar a falta de pagamento e manter o seu fluxo de caixa positivo, acompanhe a leitura e anote essas dicas exclusivas!

1. Utilize plataformas que ajudem no processo de locação

Um bom passo para começar esta tarefa é utilizar a tecnologia a seu favor. Atualmente, existem várias plataformas desenvolvidas especialmente para facilitar a rotina das imobiliárias e garantir mais segurança aos locadores e locatários.

Uma delas é a Velo. Considerada como um serviço de garantia locatícia, o processo ocorre de modo 100% digital, mas com atendimento humanizado. Ao optar pela solução, você terá a chance de isentar o inquilino da necessidade do tradicional fiador, tornando o processo mais simples e prático.

Isso porque assim que o indivíduo escolher um imóvel no portfólio da imobiliária, a Velo se tornará responsável por garantir que todos os pagamentos de aluguel sejam realizados. O locatário só precisará realizar um cadastro prévio, em que os seus dados serão devidamente analisados em tempo real. O processo é bem rápido, sem burocracia e costuma ser concluído em questão de minutos.

E, quando houver cenários de inadimplência, o time da Velo estará pronto para agir o quanto antes, oferecendo suporte ao inquilino, atendimento diferenciado e serviços de assessoria jurídica.

2. Envie lembretes de pagamento para os clientes

Os lembretes de pagamento também são excelentes estratégias para quem deseja reduzir a inadimplência de forma amigável e sem dor de cabeça. Basicamente, você precisará enviar mensagens para os clientes alguns dias antes do vencimento.

Dependendo das suas possibilidades, também é viável disponibilizar formas diferentes de pagamento para que o inquilino se lembre da sua obrigação e, de quebra, tenha mais flexibilidade. Esse processo pode ser realizado tanto via SMS, quanto por meio de outros canais de comunicação, tais quais o e-mail e o WhatsApp — que cresceu consideravelmente nos últimos anos.

E mais: a estratégia ajuda a abrir um espaço de comunicação para que o cliente informe a imobiliária caso esteja com problemas para realizar o pagamento, se perdeu o boleto ou, até mesmo, se necessita de outras formas para quitar a pendência em aberto, como acontece com a alteração da data do vencimento ou da renegociação do débito.

3. Realize técnicas de negociação

Para conseguir reduzir a inadimplência, muitas empresas estão criando estratégias para aumentar o prazo de pagamento de seus clientes. Um exemplo disso são as imobiliárias que oferecem dias extras de carência para que o aluguel seja recebido. Esse prazo pode variar bastante, de 5 a 15 dias. Com esse método, o indivíduo terá mais tempo para conseguir se organizar e, logo, pagar o boleto dentro do período previsto.

Dito isso, será preciso negociar com o proprietário do espaço uma nova data-limite para o pagamento do aluguel. Você ainda pode optar pela versão de aluguel não garantido, que acontece quando a empresa apenas repassa o valor no dia em que este for recebido.

Outra possibilidade é unir todas as mensalidades do aluguel em aberto e, posteriormente, realizar um acordo tranquilo e seguro com o usuário. Assim, você aumentará as chances de receber a quantia rapidamente, sem que nenhuma das partes envolvidas se sinta prejudicada.

4. Facilite o acesso aos boletos

Por falar em boletos, que tal facilitar o acesso ao documento? Isso mesmo! Hoje em dia, ainda há muitas pessoas que costumam receber esse tipo de correspondência com atraso, como também acabam perdendo o boleto em meio a tantos papéis e obrigações do dia a dia.

Agora que você já conhece algumas das principais maneiras de reduzir a inadimplência em sua imobiliária, não pode deixar de pedir uma demonstração gratuita da Velo. Com a gente, o aluguel é garantido – mesmo que o inquilino atrase o pagamento. Saiba mais:

Compartilhe esse conteúdo
Leia também:
Infográfico
[Infográfico] Diferença entre fiança, seguro fiança e caução
LER MAIS >
Materiais Educativos
[Semana de webinars] Especial Dia do Corretor
LER MAIS >
tecnologia imobiliária
Tecnologia
Tecnologia a favor da imobiliária: saiba por que apostar nisso

Agilidade, menos gastos, mais lucros e mais segurança de mercado são algumas das justificativas para você investir na tecnologia imobiliária. Confira tudo sobre o assunto aqui!

LER MAIS >